As profundezas de Marte

Após uma viagem de seis meses, viajando à 19.000km/h, a sonda InSight (Interior Exploration using Seismic Investigations, Geodesy and Heat Transport), da NASA, entrará na atmosfera do planeta Marte na tarde hoje. Ao final da travessia da atmosfera, que levará cerca de seis minutos, a sonda pousará no solo, dando início a mais uma importante missão no planeta vermelho.

Ao custo de um bilhão de dólares, a sonda será o primeiro explorador robótico a vasculhar o interior de Marte, ou seja, a crosta, o manto e o núcleo.

O estudo da estrutura interior do planeta poderá render informações valiosas sobre os primórdios dos planetas rochosos (Mercúrio, Vênus, Terra e, claro, Marte), bem como sobre exoplanetas rochosos. O leque de estudos da sonda incluirá medidas da atividade tectônica, fluxo de calor no planeta e taxa atual de impactos por meteoros.

O procedimento de entrada é sempre muito crítico, momento de muita tensão e expectativa. Vamos torcer para que tudo corra bem.

Compartilhar
Luis Guilherme Haun
Astrônomo da Fundação Planetário da Cidade do Rio de Janeiro - Experiência na área de Astronomia, com ênfase em Nascimento Vida e Morte das Estrelas, atuando principalmente nos seguintes temas: terra, astronomia, estrelas, planetas e ensino. http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4723627Z0