Eclipse Solar na América

Na próxima segunda-feira, 21/08/2017, a sombra da Lua vai percorrer o território dos Estados Unidos da América diagonalmente, do noroeste (no estado do Oregon) até o sudeste (no estado da Carolina do Sul). Numa estreita faixa de uns 100km, o Sol será ocultado totalmente pela Lua durante alguns minutos.

As faixas mais escuras representam regiões onde o disco solar será mais obscurecido. Vê-se claramente que toda a América do Norte e a Central poderá acompanhar as etapas parciais do eclipse. O norte da América do Sul e do Caribe também poderão ver uma pequena porcentagem do Sol ser encoberto.
Animações (acima e abaixo) mostrando o deslocamento da sombra da Lua sobre a superfície terrestre.

Um eclipse solar não é algo tão raro. Geralmente temos pelo menos dois por ano. Contudo, a região onde a sombra lunar se projeta na Terra é bem estreita. Assim, ver um eclipse parcial não é algo tão raro. Difícil é a pessoa estar no lugar certo (a faixa de totalidade), na hora certa (momento em que o disco lunar cobre totalmente o disco solar).

No eclipse de 21/08, a única faixa de terra coberta pela totalidade acontece no território estadunidense. Há relatos de que não há mais vagas em hotéis e os parques nacionais estarão repletos. Os melhores lugares para ver o eclipse ficam entre os estados de Kentucky e Illinois, onde a duração da totalidade será máxima (2m40s).

mapa do eclipse no brasil
O eclipse solar de 21/08/2017 será visível no Brasil, principalmente, no norte e no nordeste. Os dois estados onde será melhor a visão serão o Amapá e Roraima.

No Brasil, a faixa de visibilidade do eclipse parcial pega do extremo norte do Espírito Santo (São Mateus, com 0,7% de cobertura – muito pouco) até Rondônia (Porto Velho, com 4%), passando pelo Distrito Federal (Brasília, com 2%). Os melhores lugares para observar serão no Amapá (Macapá, com 41%) e Roraima (Boa Vista, com 38%).

O litoral dos estados do Maranhão, Ceará e Rio Grande do Norte também terão uma boa cobertura mas o Sol estará mais baixo. Quanto mais ao norte e a oeste mais tempo o Sol ficará visível eclipsado antes de se pôr.

As melhores maneiras de observar são as mesmas indicadas para o eclipse de fevereiro passado. Nada de olhar para o Sol diretamente. Nada de chapas de raios X, óculos escuros ou qualquer outro filtro improvisado. Dê preferência aos meios indiretos: por projeção.

Veja no link abaixo: 

Eclipse no carnaval: 26/02/2017

Para mais dicas visite os seguintes sites:

https://eclipse2017.nasa.gov/solar-viewing-projector

Quer saber como será a visibilidade na sua região?https://www.vercalendario.info/pt/lua/brasil-21-agosto-2017.html

Transmissão comentada pelos astrônomos do Planetário do Rio

Acompanhe pelo Facebook!