Planetário lança Prêmio de Divulgação Científica

Uma noite de festa no Planetário reuniu, na última quinta-feira (25), representantes de consulados sediados na cidade, como Argélia, França, Venezuela, México, Japão, Canadá, Índia, Peru, Equador, Angola Paraguai, Tunísia, República de Fiji e o representante da ONU no Rio, e formalizou o lançamento do Prêmio de Divulgação Científica. A iniciativa da Fundação Planetário, com apoio do Sesc RJ, contemplará profissionais e amadores que tenham se destacado na área. 

O encontro também teve como objetivo estabelecer a cooperação entre os países, ampliando recursos tecnológicos, e estabelecer parcerias científicas. Após as boas-vindas do presidente da Fundação Planetário, Anderson Simões, o diretor de Administração e Finanças, Flávio Maranhão, anunciou o lançamento de outras iniciativas: um passaporte entre museus que possibilitará visitações combinadas com o Museu de Astronomia (MAST).

O diretor de Astronomia, Alexandre Cherman, conduziu a sessão especial para o público, na Cúpula Carl Sagan. A noite contou, ainda, com um coquetel e a apresentação do Trio Capitu, que executou clássicos de compositores brasileiros como Radamés Gnattali, Chiquinha Gonzaga e Tom Jobim, em flauta, fagote e oboé.